terça-feira, 30 de abril de 2013

Atividades para o 7º ano "B"


Fonte: http://youtu.be/wkGleNWoTs4
Amácio  Mazzaropi  (1912-1981)
Mazzaropi nasceu no bairro da Barra Funda, em São Paulo. Aos 18 anos fugiu de casa para acompanhar o espetáculo ambulante do faquir Ferris. Viajando pelo interior do país, teve a ideia de fazer o papel de caipira. Em 1940, criou a sua Companhia de Teatro de Emergência, que atuava no chamado Pavilhão Mazzaropi, um barracão de zinco que montava e desmontava.
Depois, criou a Trupe Mazzaropi, com repertório fixo. Em 1948, foi contratado pela Rádio Tupi do Rio de Janeiro, onde trabalhou no programa “Rancho Alegre”, dirigido por Cassiano Gabus Mendes.
Convidado pela Vera Cruz, em 1951, fez seu primeiro filme: Sai da frente. Em 1958, com recursos próprios, comprou uma fazenda em Taubaté e montou a Pam Filmes — Produções Amácio Mazzaropi. O primeiro filme que fez foi Chofer de praça.
‘No ano seguinte, com Jeca Tatu, encarnando o personagem criado por Monteiro Lobato, o típico caipira de calças pula-brejo, paletó apertado, camisa xadrez e botinas, conquistou a maior bilheteria do cinema nacional. O sucesso persistiu nas décadas de 1960 e 1970.
Ao todo, Mazzaropi fez 32 longas-metragens, contando histórias que abordavam o racismo, a religião, a política e até a ecologia, com simplicidade e bom humor, falando “a língua do povo”, para o povo que o adorava. Mesmo sendo considerado superficial pela crítica e pela elite intelectual, deixou uma marca indelével na cultura nacional. Seus filmes ainda atraem o público no interior do país e são encontráveis em vídeo e DVD.
Disponível em: educação.uol.com.br/biografias/
1. Quando e onde Mazzaropi nasceu?
2. Seu principal personagem é um caipira. De onde ele tirou essa ideia?
3. Descreva como era Jeca Tatu, um de seus personagens mais conhecidos.
4. Releia.
Em 1958, com recursos próprios, comprou uma fazenda em Taubaté - Qual o sentido da expressão grifada?
5. Que tipo de produções a empresa montada por Mazzaropi, a Pam Filmes, fazia? Quais eram os assuntos abordados?
6. Depois de conhecer a biografia de Mazzaropi, você acha que ele foi um artista importante? Por quê?
7- Você já assistiu algum filme de Mazzaropi? Qual?
http://educacao.uol.com.br/biografias/amacio-mazzaropi.jhtm


Colégio Estadual “Arthur de Azevedo”-EFMPN.
Aluno/a:_____________________________________________________nº: 7º ano “B”

Avaliação de Português Biografia
1. Qual é o efeito do Dedo Verde que Tistu tem?
a) Onde estiver o ódio trazer a paz.
b) Nascer flores onde passar o dedo.
c) Fazer com que tudo fique verdel.
d) Mandar grama para todos os lados que estiver.
e) Fazer pessoas felizes.

2. Qual é o nome verdadeiro do menino do dedo verde? _____________________________________________.

3. Leia o texto I e texto II e responda as questões a seguir.
Texto I


Syilvia Orthof Gostkorzewicz nasceu em 1962, na cidade de Petrópolis, Rio de Janeiro e faleceu no dia 24 de julho de 1997.

Sylvia foi mãe de três filhos: Cláudia, Ge e Pedro. Ficou viúva e casou-se pela segunda vez com Tato, arquiteto e artista plástico que ilustrou muitos dos livros escritos por Sylvia.

Fez parte da Escola de Arte Dramática do teatro do Estudante. Começou a atuar no teatro aos quinze anos. Ela morou dois anos em Paris, onde fez curso de mímica, desenhos, pintura e arte dramática. Na Bahia teve experiência de teatro infantil com bonecos feitos de sabugo de milho.

Sylvia foi mãe de três filhos: Cláudia, Ge e Pedro. Ficou viúva e casou-se pela segunda vez com Tato, arquiteto e artista plástico que ilustrou muitos dos livros escritos por Sylvia. Fonte: Adaptação internet
SAIBA MAIS  Das mais de 500 histórias escritas por Sylvia,...  
Texto II

Helena Kolody nasceu em 1912, em Cruz Machado, Paraná, no dia 12 de outubro e faleceu em 15 de fevereiro de 2004. Ela é filha de imigrantes ucranianos, Miguel e Vitória Kolody e é considerada um dos nomes mais expressivos da poesia contemporânea paranaense.  Passou a infância na cidade catarinense de Três Barras.

Em1928 publicou seu primeiro poema “A lágrima”.

No ano seguinte iniciou uma brilhante carreira no magistério, paixão que só dividiria com a poesia.

Em 1941 ela publicou a primeira obra, "Paisagem interior”, que seria seguida por outros treze títulos. Já nesta obra de estreia constavam três Haicais, algo raro á época.
Em 2001 foi publicado o livro "VIAGEM NO ESPELHO e vinte e um poemas inéditos”, pela Criar Edições, de Curitiba, Paraná. Essa edição comemorou os 60 anos da publicação de seu primeiro livro. Fonte: internet

a)  Você define o texto I e o texto II como:  (     ) autobiografia    (   ) biografia    (   ) haicai

b) Qual é a diferença entre biografia e autobiografia?
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
c) Retire do texto I e II:
1. Nome completo: __________________________________________________________________
2. Local e data de nascimento e falecimento:
 __________________________________________________________________________________
3. Agora, leia e reescreva o texto com suas próprias palavras, ou seja, isso é parafrasear um texto lido. (Folha avulsa)

4) Enumere as respostas corretas.


(1) VERSO
(2) HAICAI
(3) BIOGRAFIA
( 4) AUTOBIOGRAFIA
(5) ESTROFE


(   )... é uma forma de poesia japonesa, pequeno poema de três versos, com cinco, sete e cinco sílabas sucessivamente. Ele evoca uma singela e delicada impressão do mundo, da natureza, do homem, das plantas ou dos animais; às vezes com um refinado toque de lirismo de caráter melancólico ou nostálgico, outras, com um rasgo de ligeiro humor (HUIZINGA, 1990: 138)
(    ) ... é cada uma das linhas que constituem um poema na estrofe.
(    ) ...é o conjunto de vários versos.
(   ) é um gênero literário em que o autor narra a história da vida de uma pessoa ou de várias pessoas.
(   ) ... inclui manifestações literárias semelhantes entre si, como confissões, memórias e cartas, que revelam sentimentos íntimos e a experiência ...
5. Leia a autobiografia e responda:

SUPERMERCADO MILLÔR -- ANO I - N.º 1
(Autobiografia De Mim Mesmo À Maneira De Mim Próprio)
"E lá vou eu de novo, sem freio nem paraquedas. Saiam da frente, ou debaixo que, se não estou radioativo, muito menos estou radiopassivo. Quando me sentei para escrever vinha tão cheio de idéias que só me saíam gêmeas as palavras – reco-reco, tatibitate, ronronar, coré-coré, tom-tom, rema-rema, tintim-por-tintim. Fui obrigado a tomar uma pílula anticoncepcional. Agora estou bem, já não dói nada. Quem é que sou eu? Ah, que posso dizer? Como me espanta! Já não fazem Millôres como antigamente! Nasci pequeno e cresci aos poucos. Primeiro me fizeram os meios e, depois, as pontas. Só muito tarde cheguei aos extremos. Cabeça, tronco e membros, eis tudo. E não me revolto. Fiz três revoluções, todas perdidas. A primeira contra Deus, e ele me venceu com um sórdido milagre. A segunda com o destino, e ele me bateu, deixando-me só com seu pior enredo. A terceira contra mim mesmo, e a mim me consumi, e vim parar aqui.” Fonte:


O que você faria se pudesse voltar ao túnel do tempo? (Responda em folha avulsa)

Boa prova!
 
 


 
Personagem - Cascão
PINTOU SUJEIRA
Cascão nasceu em 1961, baseado nas recordações de infância do próprio Mauricio.
Ele conta que, no início, teve receio da reação do público para com este personagem com uma certa “mania de sujeira”. A aceitação, entretanto, foi imediata e a popularidade cresceu tanto que desde agosto de 1982, Cascão tem sua própria revista.

Gênero textual: Biografia
Ø Os acontecimentos devem estar ordenados em sequência temporal, ou seja, do mais antigo para o mais recente;
Ø Deve haver um trabalho prévio de seleção das informações, que possam ser consideradas relevantes para o leitor.
Ø Evitar julgamentos de valor, expressões adjetivas que indiquem a opinião do autor a respeito das informações que apresenta.

Características textuais e linguísticas
Leia o texto biográfico que segue, que conta um pedaço da vida de um dos maiores poetas brasileiros, Carlos Drummond de Andrade:

Carlos Drummond de Andrade nasceu em Itabira do Mato Dentro - MG, em 31 de outubro de 1902. Descendente de uma família de fazendeiros em decadência, o poeta estudou na cidade de Belo Horizonte e com os jesuítas no Colégio Anchieta de Nova Friburgo (RJ), de onde foi expulso por "insubordinação mental". De novo em Belo Horizonte, o itabirano começou a carreira de escritor como colaborador do “Diário de Minas”, que congregava os adeptos locais do incipiente movimento modernista mineiro.
Devido à insistência familiar para obter um diploma, ele se formou em farmácia na cidade de Ouro Preto, em 1925. Fundou com outros escritores “A Revista”, que, apesar da vida breve, foi importante veículo de afirmação do modernismo em Minas Gerais.
O escritor ingressou no serviço público e, em 1934, transferiu-se para o Rio de Janeiro, onde foi chefe de gabinete de Gustavo Capanema, ministro da Educação, até 1945. Depois, passou a trabalhar no Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e se aposentou em 1962. Desde 1954, colaborou como cronista no “Correio da Manhã” e, a partir do início de 1969, no “Jornal do Brasil”.
(...)
Várias obras do poeta foram traduzidas para o espanhol, inglês, francês, italiano, alemão, sueco, tcheco e outras línguas. Drummond foi, seguramente, por muitas décadas, o poeta mais influente da literatura brasileira em seu tempo, tendo também publicado diversos livros em prosa.
(...)
Alvo de admiração unânime, tanto pela obra quanto pelo seu comportamento como escritor, Carlos Drummond de Andrade morreu no Rio de Janeiro- RJ, no dia 17 de agosto de 1987, poucos dias após a morte de sua filha única, a cronista Maria Julieta Drummond de Andrade, fato que o havia deixado extremamente abatido.

 1) Veja que a biografia de Drummond é um relato elaborado numa sequência temporal que entremeia fatos de sua vida e de sua carreira profissional:
a) 1º e 2º parágrafos: origem, estudos e carreira - no serviço público e como escritor. Nesses dois parágrafos, os fatos da biografia são relatados de forma mais neutra.
b) 3º e 4º parágrafos: fatos da vida e obra do poeta, ressaltando sua fama literária. Esses trechos já emitem opinião a respeito do biografado, especialmente pelos usos de:
  enumeração das línguas em que a obra de Drummond foi traduzida, indicando seu papel internacional;
  advérbio "seguramente" através do qual é evidenciado um argumento sobre a importância do poeta;
  adjetivo superlativo: "mais influente". O poeta não é só influente, mas "mais influente", o que intensifica o qualificador;
  adjetivo "unânime" referindo-se ao substantivo "admiração", também com conotação elogiosa ao poeta.


2) Releia a biografia e repare que há várias formas de se referir ao biografado, em substituição a seu nome: "Drummond", "o poeta", "o itabirano", "ele" e verbos com o sujeito oculto. Essas substituições representam um tipo de coesão textual. A fim de evitar a repetição de termo já referido, outras palavras retomam o já dito e vão ajudando a construir o texto, articulando-o.
3) Veja que a expressão "insubordinação mental" como causa da expulsão de Drummond da escola jesuítica, está escrita entre aspas. Qual seria a intenção desse uso? Dado o reconhecimento literário que se deu na vida do poeta, podemos considerar que é uma maneira de marcar de modo irônico a maneira inovadora de pensar do poeta, não é mesmo?
4) Analise agora os verbos usados no texto:
  nasceu, estudou, foi expulso, começou, se formou, fundou, ingressou, transferiu-se, passou a trabalhar, se aposentou, colaborou, foi, morreu.

Adaptação do texto: 
Alfredina Nery, Especial para a Página 3 Pedagogia e Comunicação é professora universitária, consultora pedagógica e docente de cursos de formação continuada para professores na área de língua/linguagem/leitura.
Autobiografia
Ø Alguns dados importantes:
Ø Nome completo.
Ø Idade atual
Ø Onde nasceu (cidade, estado, pais).
Ø O que gostava de fazer quando era mais novo (brincadeiras, passeios, comida, brincadeiras, ...)
Ø Fato marcante de quando era mais novo.
Ø Escola(s) onde estudou.
Ø Onde estuda atualmente.
Ø Quais os livros, músicas, filmes, programas de TV preferidos.
Ø O que mais gosta de fazer quando está fora da escola.
Ø Lazer preferido.
Ø Esporte(s) que pratica.
Ø Sonhos para o futuro.  

Análise de fotografias
Escolha na revista ou jornal uma fotografia (ou foto sua mesmo) e responda: 
1) Qual é o tema de cada fotografia?
2) O que chama mais sua atenção em cada fotografia? Por quê?
3) O que você mudaria nela?
Retrato
Eu não tinha este rosto de hoje, Assim calmo, assim triste, assim magro,
Nem estes olhos tão vazios,
Nem o lábio amargo.
 Eu não tinha estas mãos sem  força,
Tão paradas e frias e mortas;
Eu não tinha este coração
Que nem se mostra.
Eu não dei por esta mudança,
Tão simples, tão certa, tão fácil: _ Em que espelho ficou perdida a minha face? (Cecília Meireles).
Desenhe o retrato descrito na poesia

EXPLORANDO A POESIA 
1- Quem escreveu esta poesia?
2-     Sobre quem ela está falando?
 3-     O que ela quer dizer quando fala que não tinha este rosto de hoje?
4-     O que ela está nos contando?
 5-     Você já observou alguma mudança em você? Qual?
Autorretrato

Que tal fazer seu autorretrato?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.