sexta-feira, 15 de abril de 2016

Projeto Jovens Leitores/2016

Ações práticas do Projeto Jovens Leitores


Link do Projeto JOVENS LEITORES: O LÚDICO ATRAVÉS DA LEITURA
 
"A missão do professor, da escola, da família, do amigo, do cachorro, do gato…


Ler, apesar de ser um ato isolado, é também uma função social, ideológica que, quando ocorre a oportunidade de trocar o conhecimento adquirido pelo livro, o valor e a quantidade das maravilhas que envolvem esse ato são inumeráveis. Então, todos os cidadãos podem fazer parte."

Fonte: (http://livroecafe.com/2015/06/11/aprender-com-rubem-alves-o-prazer-da-leitura/
 


Pintura do muro do Colégio Estadual "Arthur de Azevedo"-EFMPN.

 
Palestra "Viva Colorindo a vida" com a escritora e ilustradora 
Maria Cristina de Maringá - PR.

 A equipe do Projeto de Leitura "JOVENS LEITORES: O LÚDICO ATRAVÉS DA LEITURA", do Colégio Estadual Arthur de Azevedo, apresentou este CONVITE para a palestra da escritora e ilustradora Maria Cristina Vieira, da Editora Flor do Brasil, que se realizará no Teatro Banestado, a partir das 9 horas, no dia 12 de abril, em São João do Ivaí. 
A palestra teve como público-alvo os alunos do Curso de Docentes e estudantes do 8º ano "B" do CEAA.








video

                                    
Agradeço carinhosamente a fonoaudióloga Melisse Dias Ceron pela doação de tintas para pintura do muro e dos livros ''O Mosquito Perigoso", da escritora e ilustradora Maria Cristina Vieira. Que Deus a abençoe!
Em breve mais novidades!
O projeto JOVENS LEITORES: O LÚDICO ATRAVÉS DA LEITURA conta com o apoio do diretor Mariocir Ronqui e vice-diretora Wirnea Lopes, bem como da equipe pedagógica, da adesão de professores(as) e, principalmente das minhas amigas especiais e voluntárias Geane Poteriko e Zane Barradas. Obrigada a todos (as)!

Esperamos que mais pessoas abracem essa causa, ou seja, incentive a leitura das crianças e adolescentes do Colégio Est. "Arthur de Azevedo" - EFMPN, bem como nos ajudem a melhorar o acervo de nossa biblioteca. (Profa. Geisa) 

"Vivemos na era do conhecimento. Quem não mergulha nesse mar de informações disponíveis hoje em dia em dia fica para trás. O acesso, atualmente, é muito mais democrático do que há poucos anos atrás – está aí a internet que não nos deixa mentir. Contudo, as formas tradicionais de leitura ainda fazem a diferença." Fonte: Luciana Gil / Portal Busca Jovem

 Palestra no Teatro Banestado
Obrigada pedagogas do Curso de Docentes Maristela e Marilza




Obrigada direção, equipe pedagógica e professores(as)do CEAA, JAA (Jovens Agricultor Aprendiz), profa. Solange (representante), profa. Rosange (de libras), a mãe Regilaine representante e alunos envolvidos.

Depoimento e homenagem a aluna Shayene

"Durante a pintura do muro no Colégio Arthur de Azevedo em São João do Ivaí - Programa Jovens Leitores, meu pai e eu tivemos uma ajuda muito especial da aluna do 8° Ano B. Shayene Sá Stecanella se destaca com o seu dom de desenhar e foi convidada para participar conosco. Conheci alguns de seus belíssimos desenhos! Uma facilidade para desenhar rostos que me deixou encantada! Parabéns, Shayene! Desejo a você tudo de melhor e muita inspiração! Continue desenhando, seu talento é divino!"

Pintura do Muro do CEAA de São João do Ivaí. 
Projeto JOVENS LEITORES - Incentivo à leitura e conscientização sobre o combate ao mosquito Aedes Aegypti. Linda obra da escritora e ilustradora Maria Cristina Vieira, da editora Flor do Brasil.
"JUNTOS VENCEREMOS O MOSQUITO PERIGOSO!"






  
Agradecimentos especiais aos nossos patrocinadores


Agradecemos aos patrocinadores:
- Simon Informática
- Romar
- Mercado Pardinho
- TG Tintas
- Depósito Barracão
E também a profa. Jecione (em breve identificação) 
 

JOVENS LEITORES: O LÚDICO ATRAVÉS DA LEITURA


 " ... as políticas públicas deveriam focar a escola como o ambiente principal de formação de leitores, centrando os maiores investimentos na área educacional.
Ainda cabe dizer que, no Brasil, a política da leitura é confundida com a política do livro, recebendo esta o maior quinhão de verbas (aquisição, distribuição, etc.), deixando os mediadores de leitura de fora do processo.” Ezequiel Theodoro da Silva

OBJETIVO GERAL:
- Provocar e formar leitores críticos e reflexivos através de diferentes estratégias de leitura para que possam ser capazes de interagir, interferir e modificar a realidade em seu próprio mundo e na sociedade em que eles estão inseridos.

JUSTIFICATIVA
O projeto de incentivo à leitura propõe o tema: O lúdico através da leitura, com o objetivo de incentivar a leitura crítica e reflexiva dos estudantes do grupo inserido no 8º ano “B” do Colégio Estadual “Arthur de Azevedo” – EFMPN, através de estratégias de leitura diferenciadas, procurando expandir a outras turmas de forma interdisciplinar.
Segundo Diniz, Célia Regina:
“Leitura crítica ou reflexiva – é quando o leitor concentra-se nos aspectos mais relevantes do texto, sendo capaz de separar as ideias secundárias da ideia central. Essa é uma fase que requer reflexão que pode ser obtida por meio da análise, comparação, diferenciação, síntese e julgamento das ideias do autor da obra.” (DINIZ, Célia Regina, p.5, 2008)
A intervenção promoverá ações com ideias inovadoras de mobilização dos leitores e não leitores através de atividades motivacionais, do respeito aos seus conhecimentos prévios, bem como provocar inquietudes no outro para aguçar o sabor do ler de forma prazerosa.
Rua Pipino João Batista, 107 – Bairro Nova Brasília
São João do Ivaí - Paraná – CEP: 86.930-000
Fone: (43) 3477 1740 – Fax: (43) 3477 2059
O escritor Carlos Drummond de Andrade já defendia que: “A leitura é uma fonte inesgotável de prazer, mas por incrível que pareça, a quase totalidade, não sente esta sede.”
O educando quando chega à escola já traz consigo seu conhecimento prévio da vida e do mundo, ou seja, o senso comum. No entanto, é no chão da escola que ele aprende o conhecimento científico a cerca do tema estudado e, aos poucos, passa a encontrar pistas, as inferências de como interpretar tal texto. O aluno também aprende a identificar as coisas que não entende e esclarecê-las. Tudo isso depende de que a leitura seja compreendida nas entrelinhas e não apenas decifradas, ou melhor, de codificada.
Sendo assim, as atividades sugeridas deverão ser significativas na vida desses estudantes/adolescentes, pois um leitor competente só pode constituir-se mediante uma prática constante de leitura.
Segundo Santos “A leitura só tem valor se o leitor for capaz de entender, avaliar, explicar, discutir e aplicar o que leu” (SANTOS, 2001, p. 21).

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
- Estimular o gosto pela leitura em diversos gêneros literários e/ou gêneros textuais.
- Explorar as experiências de leitura prévia dos alunos, bem como incentivar a leitura para a formação de leitores críticos e competentes.
- Reconhecer a leitura como fonte de prazer, de conhecimento e de desenvolvimento pessoal.
- Incentivar a busca de formações complementares às obras, tais como biografia do autor, estrutura e contexto histórico, bem como em relação ao vocabulário e à complexidade do enredo etc.
- Despertar a leitura-prazer no educando através de práticas lúdicas e motivacionais para que os mesmos deslumbrem o gosto e a importância da leitura, não apenas da literatura de massa, mas também a literatura dos clássicos universais.
Rua Pipino João Batista, 107 – Bairro Nova Brasília
São João do Ivaí - Paraná – CEP: 86.930-000
Fone: (43) 3477 1740 – Fax: (43) 3477 2059
- Utilizar o discurso como prática social através da leitura, a escrita e oralidade para que o educando reconheça a diversidade de gêneros discursivos dentre tantas esferas da comunicação.
- Angariar recursos e/ou patrocínios para melhorar do acervo bibliográfico escolar do colégio e assim disponibilizá-los de forma consciente, criativa e enriquecedora aos leitores e não leitores.
- Utilizar-se de vídeos e filmes dentre outros recursos necessários para contextualizar o aprendizado.
- Promover o acesso as TICs, bem como redes sociais (blogs, MSN, facebook/ grupos secretos) como estratégia motivacional de leitura para melhorar a qualidade do ensino público.
- Apresentar-se em eventos e datas comemorativas através de dramatizações, recitais, sarau, desfiles, passeios, semanas culturais, piqueniques literários etc para demonstrar seu aprendizado e aguçar novos leitores e não leitores.
- Promover oficinas de leitura sobre temas diversificados.
- Relacionar os textos relacionados à Cidadania, Direitos Humanos, bem como os Desafios Socioeducacionais que estão inseridos no cotidiano do aluno, de acordo com o gênero a ser abordado.

- CONTEÚDOS: Leitura, escrita e oralidade.
- Gêneros textuais: Poema (poesia); música; fábulas; receitas; contos de fadas; HQ (história em quadrinhos; charges; parlendas; lendas; textos e vídeos midiáticos e blogs).
- Interpretação de textos de diversos gêneros textuais;
- Leitura de obras literárias;
- Roda de leitura;
- Dramatização;
- Contação de histórias;
- Releitura de textos verbais e não verbais;
Rua Pipino João Batista, 107 – Bairro Nova Brasília
São João do Ivaí - Paraná – CEP: 86.930-000
Fone: (43) 3477 1740 – Fax: (43) 3477 2059
- Declamação;
- Visitas a exposições, estandes literários e biblioteca;
- Filmes, vídeos e slides, relacionados à à Cidadania, Direitos Humanos e os Desafios Socioeducacionais que estão inseridos no cotidiano do aluno;
- Gincana literária;
- Visita à Festa Literária em Maringá (FLIM) e lançamento de livros;
- Peça teatral;
- Produção textual;
- Cinema;
- Apresentações culturais;
- Atividades de Interpretação de texto (verbais e não verbais) e de obras literárias.

ENCAMINHAMENTO METODOLÓGICO
O acompanhamento pedagógico permeará através de práticas significativas ao estudante e sem deixar de priorizar os conteúdos básicos previstos nas diretrizes curriculares. Também é possível promover a interdisciplinaridade com as demais disciplinas afins.
Para tanto a leitura deve provocar o/a leitor/a, não apenas encantamentos, mas também descobertas de um mundo mágico, efervescente de novidades e conhecimentos ínfimos.
Por outro lado, quem não lê, não tem acesso ao conhecimento científico e das novas informações globalizadas, bem como permanecerá na ignorância do saber ler.
Ninguém aprende sozinho e, cabe ao professor/escola, impulsionar condições e trilhar seus alunos para o inusitado caminho do saber elaborado. Por quanto, é a leitura responsável e capaz de despertar o senso crítico rumo às mudanças necessárias no seu meio social. O leitor quando adquire o hábito de ler com competência e criticidade apreende como exercitar sua cidadania.
Rua Pipino João Batista, 107 – Bairro Nova Brasília
São João do Ivaí - Paraná – CEP: 86.930-000
Fone: (43) 3477 1740 – Fax: (43) 3477 2059
Pensando nisso, a implementação evidenciará inúmeras estratégias de práticas pedagógicas pensadas e repensadas em melhorar a qualidade do ensino. Diante do exposto, tais propostas estão focadas num convite à mobilização e a chamada de atenção de leitores e não leitores para saborearem o gosto da leitura-prazer.
Apresentaremos possíveis práxis-ação, tais como:
- Prática da oralidade, leitura e escrita (produção textual e interpretação) em quaisquer gêneros textuais da esfera de comunicação. Poderá ser de textos verbais, não verbais ou mistos, bem como uma obra literária escolhida para estudo.
- Sondagem diagnóstica, autonomia de sugestões e respeito ao educando por seu gosto literário, mas também com direito de conhecer outras opções de obras literárias. O ponto forte da proposta serão os clássicos nacionais, paranaenses e locais, estrangeiros, contemporâneos, assim como a literatura de massa.
- Acesso e participação dos leitores no blog Jovens leitores, bem como em outras redes sociais. As postagens deverão ser resultado de ações planejadas, outras aleatoriamente de cunho positivo e educativo.
- Uso das TICs (Tecnologias de Informação e Comunicação) como ferramenta de ensino e aprendizagem por ambos envolvidos nesse processo.
- Utilizar-se de estratégias de leitura: FAZER-SABER, FAZER-CRER e FAZER-FAZER (Caderno-Didático Pedagógico- PDE), bem como sequência didática ou outra abordagem de ensino.
- Estratégias inovadoras para valorizar escritores (as), poetas/poetisas consagrados ou iniciantes, principalmente destacando escritores paranaenses.
- Mobilização de leitores através do Piquenique da leitura, Rodas de leitura, Passeios literários e espaços livres da escola ou outros lugares sugeridos.
- Parceria com entidade local sem fins lucrativos, denominada ASSOCIAÇÃO DAR A MÃO, para promover iniciativas literárias relacionadas à inclusão social, respeito às diferenças, diversidade e acessibilidade.
Rua Pipino João Batista, 107 – Bairro Nova Brasília
São João do Ivaí - Paraná – CEP: 86.930-000
Fone: (43) 3477 1740 – Fax: (43) 3477 2059
- Mobilização de professores e voluntários para despertar iniciativas de promoção e gosto pela leitura.
- E outras estratégias planejadas no transcorrer da implementação.
AVALIAÇÃO
A avaliação das atividades pedagógicas deverá “à priori” verificar e respeitar os conhecimentos prévios do educando, pois é importante ressaltar o conhecimento adquiridos anteriormente, e assim, mostrar a eles a importância do conhecimento científico para o cidadão saber exercer sua cidadania.
Em seguida, o professor fará um diagnóstico para conhecer a capacidade leitora de cada aluno/a. Após conhecê-los, eventualmente, o professor e alunos mutuamente, farão o planejamento de ações, dos objetivos e como as metas poderão ser alcançadas durante o ano letivo. A avaliação seguirá as normas já estabelecidas pela escola.
Na implementação deverão ser priorizados e valorizados o interesse, a assiduidade, a motivação, o desempenho, a criatividade, a autonomia, a participação, a colaboração, a mudança de atitudes conceituais, enfim, a melhoria no rendimento escolar de cada educando.
Portanto, a avaliação do educando será de acordo com as normas já estabelecidas no sistema de avaliação da escola.
RESULTADOS ESPERADOS
Ao final da proposta espera-se que o(a) estudante/leitor (a) se torne mais autônomo, crítico e reflexivo diante desse mundo globalizado e que a leitura faça parte de sua rotina não como uma obrigação e sim como uma leitura-prazer.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS

COLÉGIO ESTADUAL ARTHUR DE AZEVEDO. Projeto Político Pedagógico. São João do Ivaí, 2012.
Rua Pipino João Batista, 107 – Bairro Nova Brasília
São João do Ivaí - Paraná – CEP: 86.930-000
Fone: (43) 3477 1740 – Fax: (43) 3477 2059
DINIZ, Célia Regina. Metodologia científica / Célia Regina Diniz; Iolanda Barbosa da Silva. – Campina Grande; Natal: UEPB/UFRN - EDUEP, 2008. <http://www.ead.uepb.edu.br/ava/arquivos/cursos/geografia/metodologia_cientifica/Met_Cie_A06_M_WEB_310708.pd>
PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação do. Diretrizes Curriculares de Língua Portuguesa para a Educação Básica. Departamento de Educação Básica. Curitiba, 2009. <HTTP://www.diaadia.pr.gov.br/ngds/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=4>
SANTOS, I. E. Técnicas de Aprendizagem. In: ______. Textos selecionados de métodos e técnicas de pesquisa científica. 3. ed. Rio de Janeiro: Impetus, 2001, p. 19-26.
SOLÉ, Isabel. Estratégias de leitura. Porto Alegre: Artmed, 1998.
SITES
Blog jovens Leitores: http://jleitores.blogspot.com.br/
Leitura e ensino: http://leituraensino.blogspot.com.br/
Facebook: https://www.facebook.com/
Leio, logo existo: http://gmmmz.blogspot.com.br/
Leitura e Ensino: http://leituraensino.blogspot.com.br/
Ourclass: http://ourclass-ourclass.blogspot.com.br/
São João do Ivaí, 08 de março de 2016.

                                Geisa Maria Martins Mota
                          Professora

                           Mariocir Ronqui
                         Diretor
                                                                                                                                    Diretor(Postagem incompleta)